Quase um ano de espera
Debruçado na janela
Esperando você vir

Você prometeu voltar
Quando o inverno chegar
Pra ficar junto de mim

O verão já passou
O inverno começou
E você onde está?

Sinto o frio surrar meu rosto
Mas quem sente é o meu corpo
Sem você pra me esquentar

(refrão)
Hoje a dois graus
A neve está cobrindo a janela
Não canso de ficar a sua espera
O fogo na lareira lembra seu calor
A noite vem, e o vento diz seu nome a murmurar
A música no rádio faz lembrar
Um pouco do que foi o nosso amor

Da vidraça embaçada
Vejo a neve na calçada
Não consigo adormecer

O meu corpo não te esquece
Cobertor já não aquece
Essa falta de você

Vejo a rua da varanda
A cidade toda branca
Pela neve que caiu

Meu inverno sem você
É o mesmo que morrer
Congelado nesse frio

(refrão)

Video erróneo?